Ferramentas do usuário

Ferramentas do site


05_curso_antigo:r2011:exercicios3

Exercícios de Leitura e Manipulação de Dados

Distância entre cidades

Releia1) o tópico sobre matrizes na seção sobre entrada de dados da apostila online.

Abaixo as distâncias por estradas entre quatro cidades da Europa, em quilômetros:

  • Atenas a Madri: 3949
  • Atenas a Paris: 3000
  • Atenas a Estocolmo: 3927
  • Madri a Paris: 1273
  • Madri a Estocolomo: 3188
  • Paris a Estocolmo: 1827
  1. Construa uma matriz de distâncias com esses valores.
  2. Compare sua matriz com o objeto eurodist, disponível no pacote datasets.

DICA: as funções lower.tri, upper.tri e diag podem lhe ajudar.

Criação de um data frame

Imagine um experimento em que hamsters de dois fenótipos (claros e escuros) recebem três tipos diferentes de dieta, e no qual as diferenças dos pesos (g) entre o fim e o início do experimento sejam:

DIETA A DIETA B DIETA C
CLAROS 0.1 , 1.1 , 3.7 5.7, -1.2, -1.5 3.0, -0.4, 0.6
ESCUROS 1.5, -0.1, 2.0 0.6, -3.0, -0.3 -0.2, 0.3, 1.5
  1. Crie um data frame com esses dados, na qual cada hamster seja uma linha, e as colunas sejam as variáveis cor, dieta e variação do peso.
  2. Qual a media por dieta e por fenótipo?

DICA: Use as funções de gerar repetições para criar os vetores dos tratamentos.

Criando uma Matriz

  1. Crie um objeto da classe matriz com 5 colunas e 3 linhas contendo uma amostra de uma distribuição normal de média 10 e variância 3,6.
  2. Mude os nomes das linhas para “L1” a “L3” e das colunas para “C1” a “C5”. Dica: A função paste combinada com funções de repetições podem lhe poupar trabalho.
  3. Calcule a média e a variância por colunas e depois por linhas. Guarde os resultados em um dataframe , cujas colunas são a média e a variância de cada subconjunto dos dados.

Lendo e Salvando seus dados

  1. Leia um arquivo de dados de sua autoria e faça um sumário das variáveis independentes. Caso tenha variáveis qualitativas faça tabelas de contagem para cada uma e duas a duas. Caso não tenha dados, poderá ir a campo ou utilize alguns dos dados da área Arquivos de dados do nosso wiki LOL. Dica: veja o help da função read.table()
  2. Faça uma seleção de um estado de atributo de um vetor fator dos seus dados e salve em um objeto (uma espécie, uma localidade…), mantendo o objeto original intacto. Em seguida selecione apenas três colunas no objeto resultante e salve em um arquivo de formato .txt, separado por tabulação e sem nome de linhas. Lembre-se de olhar o help antes de surtar! Para verificar se o arquivo está correto abra-o no EXCEL, URGG!

Classes de Objetos

O pacote “datasets” contém vários conjuntos de dados para uso em treinamento com a linguagem R.

O conjunto “iris” é distribuído de duas formas diferentes, nos objetos iris e iris3. São quatro medidas de flores de três espécies de Iris (Iridaceae).

  1. Quais são as classes desses dois objetos?
  2. Calcule a média de cada uma das quatro medidas por espécie, dos dois objetos. DICAS: as funções da família apply e a função byirão te ajudar.
  3. Os nomes das variaveis estão em inglês. Mude-os para português no objeto iris. DICA: Como tudo mais no R, os resultados da função names podem ser armazenados em um objeto.

Acrescentando Dados de Síntese

  1. Crie um objeto com os dados do arquivo-texto Biomassa de Árvores de Eucalyptus saligna.
  2. Verifique o conteúdo do objeto resultante, com a função summary.
  3. Acrescente uma nova coluna ao data frame resultante, com a soma das biomassas de folhas e do tronco de cada árvore.
  4. Acrescente outra coluna, com o valor da área basal de cada árvore.
  5. Calcule a área basal total por talhão e salve em um objeto
  6. Calcule a média da área basal por talhão
  7. Selecione apenas os dados relativos à árvores com mais de 10 cm de diâmetro
  8. Salve em um arquivo txt, separado por tabulação.

UFA!8-O

1)
pois você sempre lê o capítulo correspondente da apostila antes de fazer os exercícios ;-
05_curso_antigo/r2011/exercicios3.txt · Última modificação: 2020/08/12 06:04 (edição externa)