Ferramentas do usuário

Ferramentas do site


05_curso_antigo:r2011:exercicios4

Exercícios de Análises Exploratórias

Cervejas

Uma amostra de 30 estudantes foi indagada sobre seu tipo de cerveja preferida, com o seguinte resultado

cervejas <-c("chope","lata","garrafa","chope","garrafa", "garrafa","lata","lata","nenhuma","lata","garrafa","garrafa", "garrafa","lata","lata","lata","garrafa","lata","chope","nenhuma", "garrafa","garrafa","garrafa","chope","garrafa","garrafa","chope","garrafa","lata","lata")
  1. Represente este resultado como um gráfico de barras e um dotplot (função dotchart).
  2. Qual tem maior razão dado/tinta?

Rios

O conjunto de dado rivers está em um objeto do pacote datasets. e tem a extensão dos principais rios da América do Norte, em milhas (consulte a ajuda para detalhes). Para carregar um objeto de dados de um pacote em sua área de trabalho use a função data:

> data(rivers)
  1. Qual a proporção do total de rios que tem extensão menor do que a média?
  2. Qual é o quantil de 75%?
  3. Compare a média, média truncada a 25% e mediana. Há diferenças?

Caixetais

Neste exercício, use o objeto caixeta, criado no tutorial Exploração de uma Variável Categórica.

  1. Construa um histograma do dap1) dos fustes dos caixetais.
  2. Construa histogramas da altura das árvores para os diferentes caixetais ('local').
  3. Há diferenças entre as estruturas (distribuição de tamanhos) dos caixetais?

Eucaliptos

Neste exercício, use o conjunto de dados Inventário em Florestas Plantadas de Eucalyptus grandis.

  1. Utilize o gráfico boxplot para analisar o DAP de árvores de E. grandis em função das variáveis região (regiao) e rotação (rotacao).
  2. Avalie a normalidade da altura do conjunto total de árvores com um gráfico quantil-quantil contra a distribuição normal.

Mais Caixetais

Aqui usaremos novamente o objeto caixeta, criado no tutorial Exploração de uma Variável Categórica.

  1. Analise a relação dap-altura ('dap' e 'h') em função do caixetal (local) com a função plot, mas somente para as árvores 2) de caixeta (Tabebuia cassinoides).
  2. Para a mesma relação do item anterior, verifique linearidade com a função scatter.smooth
  3. Utilizando o pacote lattice, analise a relação dap-altura ('dap' e 'h') em função do caixetal (local), mas somente para as árvores 3) de caixeta (Tabebuia cassinoides).
Dicas
  • Veja o argumento subsets das funções de gráficos, a função subset e função with
  • Para calcular o DAP de árvores de múltiplos fustes primeiro calcule as áreas basais de cada fuste, e então some-as. Em seguida, deduza desta área basal total o dap total.
1)
diâmetro à altura do peito
2) , 3)
lembre-se que as linhas são fustes e não árvores no conjunto de dados
05_curso_antigo/r2011/exercicios4.txt · Última modificação: 2020/08/12 06:04 (edição externa)